busca


home | patologias | atendimento | contato

Lesões Bucais

Herpes

Os herpes vírus apresentam pelo menos 8 subtipos patógenos, sendo que a maioria produz lesões bucais. A principio o HSV-1 produz infecções bucais e o HSV-2 infecções genitais. Atualmente este padrão não é mais obrigatório.

Na boca, a infecção primária geralmente acomete o lábio, é bastante evidente e demora mais tempo para regredir (até um mês).
Após a infecção primária o vírus pode migrar até o gânglio trigêmio, onde ficará latente. A recorrência se dá em qualquer período da vida, sendo reativado com raios UV, febre, trauma, imunosupressão, etc..
 
Inicialmente pode haver coceira e ardência no local onde surgirão as lesões. Logo após, aparecem pequenas bolhas agrupadas sobre área avermelhada e inchada. As bolhas rompem-se liberando líquido rico em vírus e formando uma ferida (é a fase de maior perigo de transmissão da doença). A ferida seca formando uma crosta que dará início à cicatrização. A regressão espontânea ocorre em aproximadamente 14 dias.
 
O tratamento é realizado com medicamentos e não há cura completa, o objetivo é diminuir o tempo de cada surto e espaçar sua frequência.
Existe a possibilidade de transmissão durante o sexo oral, dependendo da localização da lesão, mesmo com o uso de preservativos.

Veja também:

Home | DST | Câncer de Boca | Auto exame | Exames Complementares | Radioterapia | Quimioterapia | Patologias | Prof. Dr. Sérgio Kignel | A Clínica | Mídia | Contato

 
Desenvolvimento: Interpágina