busca


home | patologias | atendimento | contato

Outras Patologias

Displasia Fibrosa

O QUE É

É uma lesão benigna, relativamente comum e tipicamente observada em pacientes adolescentes e adultos jovens, onde se observa a substituição gradativa de tecido ósseo medular normal por tecido fibrocolagenoso contendo tecidos ósseo malformado e disposto de forma irregular.

CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS
 
A displasia fibrosa costuma manifestar-se na infância ou adolescência, aparecendo como uma deformidade progressiva ou como uma fratura. Entre as localizações mais freqüentes figuram o fêmur, a tíbia, os ossos da face e as costelas.
O aspecto clássico de “vidro despolido” observado na radiografia convencional está longe de ser uma constante, podendo em alguns casos manifestar-se na forma de imagens radiolúcidas uni ou multiloculares. A Tomografia Computadorizada (TC) é bastante utilizada para a avaliação das lesões craniofaciais, pois auxilia a determinar a extensão do envolvimento dos ossos do esqueleto craniofacial.

 
TRATAMENTO
 
As lesões monostóticas são em sua maioria assintomáticas e não necessitam tratamento. As indicações cirúrgicas na cavidade bucal são realizadas quando há deformidade grave ou progressiva. Deve-se procurar retardar o tratamento, pois o resultado das cirurgias em pacientes adultos é melhor do que em crianças, quando existe grande chance de recorrência do processo.

Não existem drogas ou tratamentos conhecidos que possam impedir a progressão das lesões múltiplas nas crianças.

Veja também:

Home | DST | Câncer de Boca | Auto exame | Exames Complementares | Radioterapia | Quimioterapia | Patologias | Prof. Dr. Sérgio Kignel | A Clínica | Mídia | Contato

 
Desenvolvimento: Interpágina